(Foto: Arquivo Flu Memória)

No dia 3 de abril, em 2005, o Fluminense coroou a boa campanha na Taça Rio com título sobre o Flamengo. No último Fla-Flu da geral do Maracanã, extinta com as obras dos Jogos Pan-Americanos de 2007, 75 mil pessoas acompanharam a goleada de 4 a 1 da equipe comandada por Abel Braga.

Superado o mau desempenho na Taça Guanabara, o time embalou no segundo turno do Campeonato Carioca e garantiu vaga na final depois de passar pelo Vasco, nos pênaltis.

De pênalti, Tuta abriu o marcador. Depois dos gols de Leandro Guerreiro e Alex Terra, Preto Casagrande liquidou de vez o clássico, ao marcar golaço de “cavadinha”. Zinho, em sua despedida do Rubro-Negro, diminuiu.

– O que mais sinto falta é do momento do gol. É indescritível. Dinheiro e fama vão embora. Mas esses 3 ou 5 segundos de comemoração em um Maracanã lotado, eu sou privilegiado e agradeço a Deus por ter vivenciado – declarou Preto Casagrande, ao relembrar a ocasião, durante participação no Boteco Brahma Tricolor.

Campeão da Taça Rio, o Fluminense encarou o Volta Redonda, vencedor da Taça Guanabara, na final do Campeonato Carioca. Após a derrota por 4 a 3 no jogo de ida, o Tricolor levou a melhor no segundo duelo: 3 a 1, resultado que levou o troféu para Laranjeiras.