(Foto: Lucas Merçon/FFC)

Na década de 80, Assis e Washington formaram uma das maiores duplas da história do Fluminense, parceria que ficou conhecida como “Casal 20”. Em 2019, o Tricolor terá uma outra dupla de atletas que faz sucesso junta, mas é criada nas divisões de base de Xerém. João Pedro e Marcos Paulo, joias do Sub-17, passarão a integrar a equipe profissional.

O primeiro já foi vendido para o Watford (ING) por 10 milhões de euros (cerca de R$ 46,6 milhões), mas fica no Flu até 2020, quando completa 18 anos. Já o segundo, ainda não foi negociado, mas desperta interesse de inúmeros clubes na Europa. Marcos Paulo tem multa de 45 milhões de euros (algo em torno de R$ 198,3 milhões), mesmo valor que tirou Vinícius Júnior do Flamengo.

Ambos foram confirmados na pré-temporada dos profissionais a partir de janeiro e poderão fazer parte do grupo comandado por Fernando Diniz na temporada. Por conta da dificuldade financeira, as crias de Xerém tornam-se uma saída para o Flu reforçar seu elenco sem precisar gastar, utilizando as pratas da casa.