1Neste sábado, dia 2 de abril, o Fluminense venceu a terceira partida seguida na Taça Guanabara, 3 a 1 sobre o Madureira, no Estádio Moacyrzão, em Macaé, alcançando os 11 pontos ganhos e a liderança provisória. Após um início de ano claudicante, o Tricolor vai se acertando, está na final da Copa da Primeira Liga, e também na briga pelas conquistas da Taça Guanabara e do Campeonato Carioca.

 

Sob o comando técnico de Levir Culpi, o Fluminense ainda está invicto: são 7 jogos, com 4 vitórias e 3 empates, 12 gols-pró e 4 gols-contra:

10/03/2016 – Fluminense 2 x 0 Criciúma – Municipal (Juiz de Fora)
13/03/2016 – Fluminense 1 x 1 Botafogo – Raulino de Oliveira (Volta Redonda)
20/03/2016 – Flamengo 0 x 0 Fluminense – Pacaembu (São Paulo)
23/03/2016 – Fluminense 2 x 2 Internacional – Mané Garrincha (Brasília)
27/03/2016 – Fluminense 3 x 0 Boavista – Los Larios (Duque de Caxias)
30/03/2016 – Bangu 0 x 1 Fluminense – Giulite Coutinho (Mesquita)
02/04/2016 – Madureira 1 x 3 Fluminense – Moacyrzão (Macaé)

 

Contando as vitórias sobre Friburguense e America, ainda com o treinador interino Marcão, o Fluminense já está invicto há 9 partidas, com 6 vitórias e 3 empates. A última sequência invicta do Tricolor com pelo menos 9 jogos foram as 12 partidas entre 29/07/2012 e 12/09/2012, 8 vitórias e 4 empates, durante a campanha da quarta conquista do Campeonato Brasileiro.

 

A maior preocupação tricolor é a má fase do artilheiro Fred, que neste sábado completou 7 partidas sem marcar, um jejum raro em sua carreira de goleador. Na grande chance que teve diante do Madureira, chutou fraco e perdeu o pênalti (foi o 11º pênalti que Fred desperdiçou com a camisa do Fluminense, em 40 cobrados).

 

A final da Copa da Primeira Liga, contra o Atlético Paranaense, acontecerá no Estádio Municipal de Juiz de Fora, no dia 20 ou no dia 21. Antes disso, encerraremos a Taça Guanabara enfrentando o Volta Redonda no dia 10 (no Raulino de Oliveira) e o Vasco no dia 17 (na Arena da Amazônia).