Focado, Eduardo bota o Flu para trabalhar no CT do Internacional

Focado, Eduardo bota o Flu para trabalhar no CT do Internacional

EduardoUm dia após o empate, que garantiu a classificação do Fluminense à próxima fase da Copa do Brasil, o técnico Eduardo Baptista botou os jogadores para trabalharem. Participando da atividade somente os atletas que não começaram o duelo frente ao Grêmio, o comandante exigiu o máximo de dedicação, no centro de treinamento do Internacional.

Enquanto isso, os titulares ficaram na academia do hotel, exceto Cavalieri que fez questão de participar da atividade. O clima estava animado. Eduardo Baptista não deu moleza para o grupo, que teve quatro novas presenças: Edson, Renato, Breno Santos e Wellington Paulista se juntaram – Ayrton chegará depois. O treinador parecia com “fome” de treino. A expressão foi usada por ele em duas de suas entrevistas coletivas. Já disse também que o Fluminense é seu “prato de comida” e que se empenharia muito.

No treinamento desta quinta, Eduardo deu ênfase à posse de bola, aos toques rápidos e à marcação. Em certo momento, chegou a gritar “ai, ai, ai” para alguns passes errados. Conversou bastante com os jogadores.


Sem comentários