(Foto: Lucas Merçon/FFC)

Fred tem se habituado a bater recordes e atingir marcas importantes. E no Brasileirão não deverá ser diferente. O atacante é o maior artilheiro da história do campeonato por pontos corridos. Ele é o quarto da lista geral, contabilizando todos os formatos de disputa, e assumirá a vice-liderança isolada se marcar três vezes na edição de 2021. Hoje com 152 gols, ele ultrapassaria Edmundo (153) e Romário (154) e ficaria atrás somente de Roberto Dinamite (190).

Apesar da possibilidade de atingir novas marcas importantes (desde que voltou ao Fluminense, Fred rompeu a barreira dos 400 gols na carreira, se tornou o terceiro maior artilheiro brasileiro na Libertadores, o segundo maior artilheiro da história do clube e está a um gol de se igualar a Romário da artilharia da Copa do Brasil), o capitão tricolor está pensando na coletividade. Ele preferiu não estabelecer metas mais precisas, mas deixou claro que o objetivo do time é superar a campanha de 2020, quando terminou na quinta colocação e conseguiu uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores.

– O objetivo é fazer um campeonato ainda melhor que o do ano passado, e a cada jogo fazer melhor do que fizemos no anterior. Nós vamos com essa meta de jogo a jogo. Não dá, para em um campeonato de 38 rodadas em que todos têm qualidade, postular algo. A gente prefere seguir da mesma forma, ir trabalhando por fora, sério, e quando a gente entrar em campo manter essa pegada de encarar qualquer adversário, de igual para igual, agredindo para ganhar os jogos – prometeu.