Eli e Fred: amizade verdadeira

Cadeirante desde 2007, quando perdeu parte das duas pernas por conta da diabetes, Eli Tricolor é um daqueles torcedores apaixonados. A deficiência não o impede de estar perto do clube que ama e do jogador que idolatra: Fred.

Eli é fanático pelo camisa 9 do Fluminense. Morador de Senadora Camará, Zona Oeste do Rio de Janeiro, não esconde o carinho pelo atacante. Toda as vezes que fala no ídolo os olhos ficam marejados.

– Eu era um cara ativo até perder a perna. As três coisas que mais amo na vida começam com F: Fluminense, Família e Fred. Ele entrou na minha vida para não sair mais, devolveu minha auto-estima. É um sacrifício ir a Laranjeiras, mas me faz bem, eu gosto – disse “tio Eli”, como é chamado pelo artilheiro, que também exalta a força que recebe do torcedor, atualmente um amigo pessoal:

– Até quando não vou muito bem ele me dá umamoralzinha. Os gestos simples, um abraço, um beijo, uma mensagem, mexem bastante comigo – disse o camisa 9.

A família de Eli também exalta Fred. Para Gilsa, mulher do torcedor, Fred mudou a vida dele para melhor:

– O Fred é um menino muito do bem e atencioso. Ele mudou a vida do Eli – afirmou Eli, na torcida pelo centroavante com a camisa amarela:
– Na Seleção eu só vejo o Fred, só viso ele. Eu xingo o Neymar toda hora. Você viu aquela bola no último jogo que ele não passou pro Fred? O Fred estava dentro da área, pediu e ele não deu – corneta o tricolor.