Fred deu passes para gols de Caio Paulista e Nenê diante do River Plate (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Artilheiro do Fluminense, Fred teve uma noite diferente na última terça-feira. Deixou um pouco de lado seu papel de camisa 9 e virou um autêntico camisa 10, com duas assistências primorosas para dois gols do Tricolor no triunfo por 3 a 1 sobre o River Plate (ARG).

Em entrevista, o matador tricolor recordou a noite de garçom e a vitória do Time de Guerreiros no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, que, segundo ele, foi merecida pela forma como a equipe controlou o jogo.

– O que a gente procura fazer quando entra em campo, lógico que tem a função de fazer gols, mas tento ajudar com passe, movimentações. Foi um jogo de muita intensidade, a gente deu tudo desde início do jogo, conseguiu pressionar o River, conseguiu envolvê-los com tabelas, contra-ataques, posse de bola. Mas não adianta dar o passe se o Caio não fosse tão feliz na finalização, o Nenê… Uma vitória muito grande da nossa equipe e merecida. A gente veio para vencer a partida porque era o único resultado para a gente não depender dos outros. Estamos muito felizes por isso – disse.