(Foto: Divulgação/FFC)

Segundo maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro, Fred está empatado com Romário, com 154 gols, e pode ultrapassá-lo neste domingo. O camisa 9 já havia deixado para trás Edmundo, agora terceiro colocado, com 153 gols. O líder é Roberto Dinamite, que tem larga vantagem, com 190.

De acordo com o capitão tricolor, os recordes são gratificantes e um motivo de orgulho, mas são, sobretudo, fruto de um coletivo forte, que busca o melhor para o Fluminense sempre em primeiro lugar.

– Os recordes aconteceram de forma natural, e só pude chegar a eles porque tive sempre meus companheiros. (Romário e Edmundo) São jogadores de renome, de importância, que sempre influenciaram minha carreira. São uma referência. Estou muito feliz por tudo o que está acontecendo comigo. No início da minha carreira eu nem sonhava com tudo isso que está acontecendo, mas agora estou podendo desfrutar desses momentos tão especiais. Todo jogo eu entro para fazer gol e ganhar os três pontos, e espero que a gente possa construir, junto com o coletivo forte que a gente tem, uma sequência de vitórias e que possam vir mais gols para ajudar sempre o Fluminense, para tudo caminhar lado a lado – disse ele.