Marquinhos tem pensamento positivo sobre PSG na Champions, mas diz: “não é uma obsessão”

Pinterest LinkedIn Tumblr

Quando o PSG foi comprado pelo Catar houve um grande investimento e o objetivo era conquistar a tão sonhada Champions League. No entanto, na véspera da estreia de mais uma edição do torneio, o discurso na equipe mudou. Ao menos para o capitão Marquinhos e o técnico Luis Enrique. O zagueiro não considera a Champions League como uma obsessão para o PSG. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o capitão do time afirmou que pretende ir longe na competição, mas realçou que não é fácil chegar às finais.

– Não colocamos a Champions apenas como nossa obsessão. Queremos chegar ao topo, mas sabemos que o caminho e é longo. Você tem que trabalhar, dar passo a passo – afirmou o defensor.

O técnico Luis Enrique volta a disputar a Champions após seis anos. Sua última experiência no torneio foi na temporada 2016/17, pelo Barcelona. Ele endossou o discurso do capitão Marquinhos.

“Quando um clube está obcecado por alguma coisa, nunca é um bom sinal. Você tem que ter esperança, ambições. Mas uma obsessão nunca funciona”, declarou o espanhol.

O PSG estreia na Champions nesta terça-feira, em confronto em casa, no Parc des Princes, diante do Borussia Dortmund. Marquinhos falou que a equipe está focada em iniciar com uma boa atuação, mostrando intensidade desde o começo. O confronto acontecerá às 16h (de Brasília) e acontece pouco depois do PSG conhecer sua primeira derrota no Campeonato Francês. O clube acabou perdendo de 3 a 2 para o Nice e caiu para a quinta colocação na tabela.

Autor