Tag

Bruno Fernandes

Browsing

PSG quer contratar o jogador de Portugal

O PSG está interessado na contratação de Bruno Fernandes enquanto procura um substituto para Kylian Mbappé. O clube da França agora tem uma nova mentalidade, pretendendo montar um elenco forte e equilibrado, sem uma figura de muito destaque.

No entanto, o Paris Saint-Germain sabe que precisa ao menos repor um nome de peso no elenco. Segundo o L’Equipe, o PSG mirou na contratação do capitão do Manchester United para compensar a saída de seu principal craque.

Reformulação dos Diabos Vermelhos torna transferência possível

A saída de Bruno Fernandes pode se tornar complicada, pois o jogador é uma peça importante na equipe, sendo um dos nomes de mais destaque no elenco comandado pelo técnico holandês Erik ten Hag. No entanto, a negociação não é impossível.

No começo do mês, o TEAMtalk noticiou que o clube inglês havia dado “sinal verde” para que o meio-campista conversasse com clubes da Arábia Saudita. Permitir que o jogador saia para outro time europeu é uma situação diferente; no entanto, os Diabos Vermelhos passam por uma reformulação conduzida por Sir Jim Ratcliffe.

Português já foi alvo dos franceses

Em 2021, Bruno Fernandes esteve próximo de fechar com o PSG, de acordo com o treinador Thomas Tuchel. Naquela temporada, o técnico comandava a equipe francesa e acabou revelando em entrevista uma tentativa para contratar o português.

Tuchel afirmou que a equipe lutou muito para conseguir o atleta. No entanto, Bruno Fernandes escolheu assinar contrato com o Manchester United. Desde então, o atleta defende as cores do time inglês e o PSG ainda não havia realizado outra investida.

[lwptoc]

Bruno Fernandes pode deixar o Manchester United

Bruno Fernandes teria recebido ‘luz verde’ do Manchester United para abrir negociações com clubes da Arábia Saudita. O atleta tem sido vinculado a clubes da Saudi Pro League há algum tempo, com a possibilidade agora se tornando mais real.

De acordo com o TeamTalk, a abordagem inicial da Arábia Saudita aconteceu em novembro de 2023. Nos últimos meses, o Fundo de Investimento Público (PIF) e as autoridades do futebol saudita estão cada vez mais assertivos em sua busca.

Liberado para negociar

De acordo com relatórios, Al Nassr e Al Ittihad são os dois principais clubes disputando a contratação de Bruno Fernandes. Ambas as equipes já têm um planejamento completo para contar com o jogador e apresentar seus planos futuros ao atleta em reuniões.

Preferência do atleta

Agora, o Manchester United supostamente deu sinal verde para o jogador português negociar com as equipes do futebol árabe. O meio-campista estaria inclinado a assinar contrato com Al Nassr, com a influência de Cristiano Ronaldo tendo grande peso.

Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes tiveram altos e baixos; no entanto, a relação de ambos parece estar se recuperando, o que torna altamente atrativa a perspectiva dos craques portugueses vestirem a mesma camisa.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

O Manchester United encerrou a temporada 2023/24 em grande estilo. No último sábado (25), os Red Devils venceram o Manchester City, em Wembley, pelo placar de 2 a 1, e garantiram o título da FA Cup.

No entanto, mesmo com a conquista, o futuro de Erik ten Hag ainda é uma incógnita. Depois de decepcionar na Premier League, terminando apenas no oitavo lugar, além de ficar longe da disputa de títulos europeus, o treinador holandês corre o risco de ser demitido.

Bruno Fernandes abre o jogo sobre Ten Hag no Manchester United

Após a partida do título, o craque Bruno Fernandes concedeu entrevista e foi questionado sobre o futuro do técnico. Segundo o meio-campista, a situação não entrou em pauta nos bastidores antes do confronto com o rival.

“Isso sempre chega na gente, hoje em dia é impossível. Se não chegar em 25 jogadores, chega ao número 26 e ele acaba por passar a mensagem. Ninguém estava preocupado com isso. Hoje tínhamos uma grande oportunidade para ganhar uma FA Cup, algo que é muito importante no Reino Unido”, garantiu.

De acordo com o capitão da equipe, o tema não foi suficiente para desviar o foco do time. Agora, com a taça da FA Cup em mãos, Bruno Fernandes jogou a responsabilidade sobre o assunto para a diretoria.

“O foco estava na final, ninguém estava preocupado por isso. Não cabe a nós tomar decisões, inclusive se vamos ficar ou não também, cabe ao clube tomar essas decisões. Por isso temos que dar nosso melhor em campo, agora aproveitar as férias, quem estiver nas seleções fazer seu melhor…”, completou.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

Jogador foi um dos destaques do Manchester United na decisão

Roy Keane, ídolo do Manchester United, rendeu-se a Bruno Fernandes após a final da Copa da Inglaterra. O ex-jogador dos Diabos Vermelhos elogiou o atleta por sua atuação na grande decisão contra o Manchester City, destacando sua liderança dentro de campo.

O Manchester United encerrou uma temporada complicada de maneira feliz. Após registrar sua pior participação na história da Premier League, o clube conquistou o título da Copa da Inglaterra em cima de seu maior rival, o Manchester City. Com gols de Garnacho e Mainoo, os Diabos Vermelhos venceram por 2 a 1.

Bruno Fernandes teve uma boa atuação e desempenhou um papel crucial na vitória, fornecendo uma assistência impressionante para o gol de Kobbie Mainoo. Após a partida, Keane admitiu que estava errado ao duvidar do atleta português. Na ITV Sport, o ídolo dos Diabos Vermelhos elogiou o atleta.

Tenho sido crítico do Bruno ao longo dos anos, mas estou feliz por estar provado errado porque sua liderança hoje foi excepcional. Sempre mencionamos o quão brilhante ele é como jogador. Estou feliz pelos torcedores. Foram alguns meses frustrantes e somos rápidos em criticar. O Manchester City não teve um bom dia hoje, mas hoje é sobre o Manchester United. Temos que aproveitar esses momentos. Wembley é bom apenas se você vencer.

Bruno Fernandes fez boa temporada individual

Bruno Fernandes foi um dos poucos pontos positivos do Manchester United na temporada. A boa exibição, acompanhada pela assistência, na final foi como uma recompensa pelo esforço do jogador ao longo de 2023/24. Sob o comando de Erik ten Hag, o time desapontou; no entanto, Fernandes atuou em bom nível.

O jogador da seleção de Portugal balançou as redes 15 vezes na temporada e forneceu 12 assistências para seus companheiros de equipe. Na temporada marcada pelo desempenho ruim do United, que ficou fora das competições europeias, Bruno Fernandes conseguiu se destacar individualmente. O atleta afirma que deseja permanecer no clube, enquanto seu futuro ainda não foi definido.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

Bruno Fernandes quer Manchester United brigando por títulos

O meio-campista Bruno Fernandes revelou desejar que suas expectativas sejam atendidas no Manchester United, enquanto insiste que não deseja deixar a equipe. Embora rumores recentes sugiram a possibilidade do atleta seguir um caminho diferente na carreira, o português deseja continuar no Old Trafford.

Recentemente, o atleta foi associado ao Bayern de Munique e à Arábia Saudita, enquanto seu futuro nos Diabos Vermelhos parecia incerto. Agora, o jogador garantiu que deseja que suas ambições sejam correspondidas e afirmou que pretende ganhar títulos com o time inglês.

Conversando com o The Players Tribune, o meio-campista português admitiu que a temporada foi difícil, mas mostrou otimismo para o futuro. O jogador pretende ver um Manchester United forte na próxima temporada, lutando por títulos importantes dentro e fora da Inglaterra.

Depois desta temporada difícil, é minha responsabilidade dar mais. Começa comigo. E começa amanhã. Temos que dar tudo nesta última partida contra o City, e temos que seguir em frente. Adoro pisar em Old Trafford mais do que qualquer coisa no mundo. Não quero sair. Isso sempre foi meu sonho máximo. Só quero que minhas expectativas se encaixem com as expectativas do clube. Se você for falar com qualquer torcedor, eles vão te dizer a mesma coisa. Queremos competir pela liga. Queremos jogar a Liga dos Campeões. Queremos estar em finais de copa. Esse é o padrão. Isso é o que eu quero. Isso é o que todos vocês merecem

Boa temporada individual

Em uma temporada ruim para o Manchester United, Bruno Fernandes tem sido um dos poucos pontos positivos da equipe. Em 2023/24, o jogador marcou 15 gols e forneceu 12 assistências para os companheiros de equipe. O contrato do atleta com os Diabos Vermelhos acaba em 2026, o que pode obrigar o time a tomar uma decisão sobre o jogador em breve.

Após acabar a Premier League na oitava colocação, registrando a pior campanha de sua história, o Manchester United tenta salvar a temporada. O time comandado por Erik ten Hag disputa a final da Copa da Inglaterra, no próximo domingo. Os Diabos Vermelhos enfrentam o Manchester City, seu maior rival, em Wembley.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

Os bastidores do mercado da bola no futebol europeu estão muito agitados em meio à reta final de mais uma temporada. No Manchester United, que pode passar por uma reformulação, o futuro de um nome de peso está em pauta.

Nos últimos dias, muitos rumores sobre Bruno Fernandes ganharam os holofotes. O meia português, de 29 anos, é um dos grandes destaques do Red Devils, acumulando 15 gols e 12 assistências em 46 jogos.

Bruno Fernandes abre o jogo sobre futuro no Manchester United

Após a grande vitória do Red Devils diante do Newcastle, por 3 a 2, nesta quarta-feira (15), o português foi questionado sobre o futuro. Apesar das especulações de saída, o camisa 8, que tem contrato até junho de 2026, está tranquilo no Clube.

“Estarei aqui até quando o clube me quiser e o clube quiser que eu faça parte do futuro. Se por algum motivo eles não me quiserem, eu irei”, afirmou.

O técnico Erik ten Hag foi questionado sobre o futuro de Bruno Fernandes na terça-feira (14), em entrevista coletiva, e ressaltou a importância do português para o time.

“É evidente que é um jogador muito importante para nós. Em todos os anos, ele foi um jogador tremendamente importante para o Man United e criou o maior número de chances em todo o PL. Tantas assistências, tantos gols”, ressaltou.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

Bruno Fernandes pode deixar o Manchester United

Surge a possibilidade de Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo jogarem lado a lado no mundo árabe, enquanto o atleta do Manchester United supostamente está sendo cobiçado pelo Al-Nassr. O clube da Arábia Saudita estuda oferecer uma proposta para o português nesta janela de transferências.

De acordo com a ESPN, o Al-Nassr considera Bruno Fernandes uma opção ideal para fortalecer seu meio de campo. O clube planeja apresentar uma megaoferta pelo jogador. Enquanto o United está em situação financeira comprometida pelas regras de Lucro e Sustentabilidade, a venda de Fernandes pode ser uma alternativa.

Sabendo dos problemas financeiros enfrentados pelos Diabos Vermelhos, o Al-Nassr se sentiu ainda mais encorajado para tentar fechar com o atleta. Além disso, o jogador está supostamente decepcionado com campanhas ruins e, por este motivo, pensa em deixar o clube.

Diabos Vermelhos preparam grande mudança no elenco

Após Sir Jim Ratcliffe tornar-se o novo coproprietário do clube, o Manchester United começou a passar por mudanças. Essa nova era trará uma revolução ainda maior no final da temporada. Os Diabos Vermelhos preparam uma reformulação completa no elenco.

O zagueiro Raphael Varane já anunciou que deixará o clube no final de seu contrato neste verão, enquanto Anthony Martial também está pronto para se despedir do Old Trafford. Christian Eriksen, que ainda tem um ano de contrato, também foi colocado à venda.

A reformulação deve atingir grandes nomes do elenco. O brasileiro Casemiro, que atualmente possui o segundo maior salário da equipe, também deve deixar a equipe. O Manchester United está supostamente aberto a ouvir ofertas pelo volante, além de outros titulares.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

Bruno Fernandes pode deixar o Manchester United

Bruno Fernandes supostamente já tem uma data para se despedir do Manchester United. De acordo com o The Sun, o atleta português está considerando fazer com que a decisão da Copa da Inglaterra seja seu último jogo. Enquanto o time de Ten Hag busca salvar sua temporada, o meio-campista já pensa também no futuro.

Após quatro temporadas e meia no Old Trafford, o português está perto de deixar o futebol inglês. Recentemente, Bruno Fernandes sugeriu a possibilidade de sair do clube, enquanto afirmava que a situação dependia apenas de si mesmo. Na ocasião, o atleta garantiu que ainda não estava pensando no futuro.

Obviamente, isso não depende apenas de mim, não é? Um jogador sempre tem que querer estar aqui, mas ao mesmo tempo, você também tem que querer que ele fique. No momento, sinto que há isso dos dois lados. Não estou pensando muito no futuro, principalmente porque, obviamente, esta temporada não esteve no nível que eu esperava, nem individualmente nem coletivamente

Decisão após a Euro 2024

Na mesma entrevista para a DAZNPortugual, Bruno Fernandes revelou que só tomaria uma decisão final após a Euro 2024. O meio-campista da seleção portuguesa deseja manter o foco nas competições que pode conquistar na reta final da temporada.

ntão, se você quer que eu seja muito honesto, se eu tiver que pensar em não continuar na Premier League, não será até depois da Euro porque nada poderá tirar meu foco da final da FA Cup e da Euro, pois não há nada mais importante que isso no momento.”

Rumores indicam que o futuro do atleta português será o mundo árabe. O nome de Bruno Fernandes tem sido vinculado ao Al-Nassr, clube de Cristiano Ronaldo, com certa frequência. Al-Hilal e Al-Ittihad também aparecem como possíveis destinos.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

Atleta desfalca o Manchester United contra o Crystal Palace

Bruno Fernandes está fora do jogo do Manchester United na Premier League, perdendo o confronto da equipe contra o Crystal Palace. O jogador deu lugar para Mason Mount, que aparece como titular na escalação feita pelo treinador Erik ten Hag.

A ausência do capitão dos Diabos Vermelhos é significativa, pois é um caso raro em sua carreira. Desde que tornou-se profissional, quando ainda era adolescente em 2012, Bruno Fernandes nunca foi obrigado a perder um jogo de seu clube devido a uma lesão.

O atleta já perdeu partidas na Sampdoria e também no Manchester United, por estar doente, assim como também ficou fora de partidas por estar suspenso. Bruno Fernandes até mesmo perdeu um jogo da seleção de Portugal por lesão; no entanto, esta é a primeira vez que uma lesão o impede de jogar por um clube.

Recentemente, o treinador Erik ten Hag minimizou a especulação sobre o futuro de Bruno Fernandes, afirmando que o jogador está muito feliz no Old Trafford, após o próprio capitão falar sobre a necessidade dos atletas se sentirem queridos pelo clube.

Manchester United busca título na temporada

Na oitava posição da Premier League com 54 pontos conquistados, o Manchester United faz uma temporada decepcionante na competição nacional. Até agora, a campanha do clube no Campeonato Inglês é composta por 16 vitórias, 6 empates e 13 derrotas.

Sob o comando de Erik ten Hag, os Diabos Vermelhos tentam salvar sua temporada com a Copa da Inglaterra. Apesar do treinador balançar no cargo, o time conseguiu chegar na grande final da competição. A decisão será disputada com o Manchester City, seu maior rival, no dia 25 de maio.

[lwptoc]

A diretoria do Manchester United planeja uma grande reformulação no elenco. De olho na próxima janela de transferências, o novo dono do Clube, Jim Ratcliffe, irá adotar um modelo de ultraflexibilidade nas negociações, o que deve facilitar a saída de boa parte do grupo principal.

Nos últimos anos, os Red Devils investiram cerca de 500 milhões de euros (R$ 2,7 bilhões) em contratações, mas muitos reforços não renderam o esperado. Os únicos atletas apontados como “inegociáveis” são os jovens  Rasmus Höjlund, Alejandro Garnacho e Kobie Mainoo.

Bruno Fernandes encerra o silêncio no Manchester United

Em meio à reformulação, um dos grandes destaques do time abriu o jogo. O meia português Bruno Fernandes, que soma 15 gols e 11 assistências em 45 partidas e tem contrato até junho de 2026, se manifestou em entrevista à DAZN.

“O meu futuro? Neste momento sinto que tanto eu como o Clube queremos continuar juntos”, afirmou.

No momento, o português prefere focar todas as suas atenções na decisão da FA Cup, contra o Manchester City, além da disputa da Eurocopa com a Seleção Portuguesa.

“Não estou pensando no futuro. Se você quer que eu seja muito honesto, se tiver que pensar em não ficar, só será depois da final da FA Cup e da Euro”, completou.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

Um dos principais nomes do Manchester United nos últimos anos, o português Bruno Fernandes segue sendo um dos poucos pontos positivos do clube. Sem possibilidade de classificação para as competições europeias e longe dos melhores clubes ingleses, o United terá que focar na final da FA Cup, contra o Manchester City.

Bruno Fernandes comenta sobre críticas recebidas no United

Em entrevista após a vitória do Manchester United por 4 a 2 sobre o Sheffield nesta quarta-feira (24), Bruno Fernandes comentou sobre a partida, e sobre como é jogar no gigante inglês. O português marcou dois gols e ainda contribuiu com uma assistência no confronto recente.

“Não vou dizer que não quero estar envolvido nos gols da equipe, porque acho que meu jogo passa por aí. Mas o principal é ganhar jogos, e não temos ganho tanto como queríamos e devíamos, porque estivemos em vantagem até quase o fim e a vitória escorregou de nossas mãos, mas hoje conseguimos ganhar”.

Por fim, o atleta comentou a respeito das críticas e elogios que membro do United recebe.

“Isso é parte do trabalho. Você pode ganhar oito, nove jogos, se perder, vai ser criticado. Estar no Manchester United requer que ganhe sempre, por isso, é parte do trabalho (…) Ser jogador do Man. United requer abertura às críticas, assim como aos elogios. Também somos elogiados quando fazemos coisas boas, por isso, não podemos ficar incomodados com as críticas. Se quiserem criticar, podem fazê-lo, têm os seus pontos de vista. Podemos pensar de forma diferente, mas temos que aceitar, tal como aceitamos os elogios”.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp

[lwptoc]

Treinador do Manchester United tem futuro incerto

Bruno Fernandes, o capitão do Manchester United, se recusou a oferecer apoio ao treinador dos Diabos Vermelhos. O português não terá papel algum em uma possível permanência de Erik ten Hag após afirmar que este “não é seu trabalho”.

Após a classificação sofrida do Manchester United na Copa da Inglaterra contra o Coventry City, o meio-campista revelou que o vestiário do gigante inglês não está pensando no futuro de Ten Hag. Os jogadores deixarão o coproprietário Sir Jim Ratcliffe cuidar do assunto.

Isso não tem que afetar ninguém porque temos que nos concentrar em tudo o que temos nesta temporada, porque ainda temos chances de chegar nas posições europeias na liga, temos que terminar o mais alto possível, isso é o principal. Então, temos uma final da Copa da Inglaterra para jogar. Então, ninguém tem que se preocupar porque não é nosso trabalho nos preocuparmos com essas coisas que vêm de fora ou de dentro ou o que quer que seja. Temos os proprietários que cuidam disso, temos os diretores e então nós jogadores precisamos atuar no campo e dar o nosso melhor.

Classificação sofrida foi negativa para Erik ten Hag

Após abrir 3 a 0 de vantagem no jogo, o Manchester United permitiu que o Coventry City, equipe da Championship, buscasse o empate. Com o duelo indo para a prorrogação, os Diabos Vermelhos estiveram muito perto da derrota antes da vaga ser decidida nas cobranças de pênaltis.

Apesar da classificação, a forma como a vaga foi conquistada complicou ainda mais a situação de Erik ten Hag no comando do clube inglês. Atravessando uma temporada ruim, o treinador balança no cargo e sua permanência para a próxima temporada parece cada vez mais improvável.

Ocupando a sétima posição da Premier League, com 50 pontos, o Manchester United terá muitas dificuldades para buscar uma vaga em competições europeias através da liga. Para salvar a temporada, o clube deseja ganhar a Copa da Inglaterra, conquistando o título e automaticamente uma vaga na Liga Europa.

Os Diabos Vermelhos estão classificados para a grande final da copa nacional, onde terão que enfrentar o Manchester City. O grande clássico vai acontecer no dia 25 de maio, no Estádio de Wembley.

Receba notícias da Premier League no seu WhatsApp!

[lwptoc]

Bruno Fernandes, desde que foi nomeado capitão do Manchester United, já foi bastante criticado por seu comportamento. Roy Keane, lenda do clube, foi bastante crítico sobre como o português agia enquanto usava a braçadeira. No entanto, Erik Ten Hag gostou do que tem visto recentemente.

Ten Hag exalta Bruno Fernandes

Apesar de um empate decepcionante contra o Bournemouth neste sábado (13), pela Premier League, Erik Ten Hag elogiou a postura de Bruno Fernandes, seu capitão, após a partida. O jogador foi o principal destaque do Manchester United, marcando os dois gols da equipe.

O treinador holandês, além de destacar os gols, comentou sobre como Fernandes dá energia à equipe e seus companheiros em campo.

“Marcou dois gols, foi muito criativo, é verdade que ele dá muita energia à equipe. Ele está agindo como um capitão, trazendo energia e estamos muito satisfeitos com isso. Estamos todos desapontados, mas ele expressa esse sentimento. Temos de ganhar os nossos jogos, perdemos demasiados pontos desnecessáris nos últimos jogos”.

Em sétimo lugar, Ten Hag reconhece que esse desempenho não é suficiente para os Red Devils.

“Isto não é suficiente, sabemos disso. Quando você vem para a fase final da temporada, isto não é suficiente. A verdade é que não merecemos mais hoje. Temos que fazer melhor, controlar o jogo, marcar gols e não dar tantas oportunidades”.

Por fim, o técnico voltou a dizer que os torcedores precisam ser pacientes.

“Depende deles, mas é verdade. Neste momento com todos os problemas, temos que jogar ao nosso nível. Conseguimos jogar muito bem quando todos estão na sua melhor forma, mas temos que fazer isso durante os 90 minutos”.

[lwptoc]

Manchester United levou virada no último minuto

Após a derrota do Manchester United para o Chelsea, em jogo válido pela Premier League, Bruno Fernandes estava extremamente incomodado com o resultado negativo. O meio-campista mostrou toda sua insatisfação durante uma entrevista, afirmando que a derrota é “difícil de aceitar”.

O Chelsea começou melhor no jogo, abrindo uma vantagem de 2 a 0 em apenas 19 minutos. No entanto, o Manchester United manteve a cabeça no lugar e seguiu lutando. Após empatar o jogo ainda na primeira etapa, os Diabos Vermelhos buscaram uma virada incrível no segundo tempo.

Porém, a partida não estava decidida. Na frente de sua torcida, foi o momento do Chelsea também mostrar resiliência. Os Blues não apenas igualaram o placar como viraram o jogo, com a partida tendo uma nova reviravolta. O empate e a virada dos donos da casa aconteceram em 2 minutos, nos acréscimos do jogo.

Conversando com a TNT Sports após a partida, o meio-campista Bruno Fernandes afirmou que o resultado é frustrante. O jogador analisou os minutos finais da partida.

Tínhamos o jogo em nossas mãos e entregamos. É frustrante. É difícil de aceitar. Tivemos bom controle nos últimos minutos. Mas eles tiveram duas chances e marcaram dois gols. A partir do escanteio, precisamos ser muito mais rápidos. Já sabíamos antes que eles cobram escanteios e laterais rapidamente.

Jogador falou sobre problemas defensivos

Bruno Fernandes também avaliou o momento da equipe, afirmando que o Manchester United tem cedido muitas chances aos adversários. O jogador antecipou o confronto contra o Liverpool e salientou a importância do duelo que acontece no próximo domingo.

Nos últimos jogos, concedemos muitos chutes. Trata-se de defender sua área. É um grande jogo (no domingo contra o Liverpool). Não preciso dizer nada (aos meus companheiros de equipe). Se eu precisar dizer alguma coisa, é um problema porque este é um clube enorme.

Bruno Fernandes não está errado ao falar sobre os problemas defensivos do Manchester United. No duelo da Premier League, o Chelsea deu 28 chutes a gol contra os Diabos Vermelhos, que já concederam 225 chutes a gol desde o início do ano para seus adversários.

[lwptoc]

Bruno Fernandes, do Manchester United, elege o melhor treinador

Bruno Fernandes, capitão do Manchester United, é um dos destaques da Premier League. O português encara com orgulho todas as palavras de reconhecimento que recebe dos seus torcedores e treinadores. O jogador deu uma entrevista exclusiva ao jornal ‘A BOLA‘ e falou sobre quem ele considera o melhor treinador do mundo.

Pep Guardiola elogiou Bruno e disse que pode sempre esperar algo do meia:

– Sim, sim, é verdade, já me lembro. Mas acho que o mister Martínez também disse algo parecido. Não vou mentir e dizer ‘sim, é bom’. Não, é ótimo! Estamos a falar do melhor treinador do mundo, sem sombra de dúvidas. Nos últimos anos, tem sido o melhor treinador do mundo. É provavelmente o treinador que mais mudou o futebol jogado. Hoje em dia, toda a gente quer ser Guardiola, não há que esconder isso. Todas as equipas, das segundas às primeiras divisões, toda a gente tenta jogar como o City e toda a gente tenta encontrar as dinâmicas que o City tem, porque têm resultados e sucesso. Para mim, ter elogios de um treinador como Guardiola é algo espetacular, porque, como disse, estamos a falar de um treinador que aprecio muito e que, para mim, ao dia de hoje, é o melhor treinador do mundo.

Não é só Guardiola, o próprio Jürgen Klopp já falou bem de você, aliás colhe elogios de praticamente todos os rivais…

– Estamos a falar de um treinador que é um dos que mais aprecio, pela intensidade que coloca nos jogos e pela paixão que tem pelo futebol. Acho que o que ele fez agora é mais uma demonstração do quanto gosta de futebol. Sente que, não estando ao seu melhor nível, não está a dar o melhor de si ao jogo. E eu penso um bocadinho assim também, da mesma maneira que ele, provavelmente. É um treinador que mudou a dinâmica do Liverpool, que trouxe esperança ao clube. Se formos a ver, Klopp é o treinador que, provavelmente, menos títulos ganhou e, mesmo assim, mais conseguiu a nível da paixão do mundo do futebol, da paixão dos adeptos, da transformação que trouxe a um clube. Ganhou grandes títulos, ganhou a Premier League, a Liga dos Campeões e algumas taças, mas o maior prémio que vai retirar destes anos será a chama, a paixão e as novas dinâmicas que trouxe e que fizeram com que o Liverpool voltasse a acreditar em ser campeão, em poder lutar por títulos, em poder estar entre os melhores. Isso é algo que nunca ninguém vai tirar a Klopp. Estamos a falar de mais um treinador que marca muito aquilo que é a minha paixão pelo futebol.

[lwptoc]

O gigante Manchester United, continua longe de seus dias de glória que um dia já alcançou e que o tornou num dos maiores clubes do mundo. Bruno Fernandes, um dos  principais se não o mais importante jogador do time, concedeu entrevista exclusiva ao jornal ‘A BOLA‘, e reconheceu que o momento continua aquém das expetativas e já pediu garantias aos novos donos.

Bruno Fernandes concedeu entrevista ao portal A Bola

É um diabo com coração de leão?

– Isso é um pouco  óbvio, já toda a gente sabe…

Há um ano, mais ou menos, disse, até em declarações ao site do Manchester United, que tinha pedido para conhecer o rumo do clube antes de renovar contrato. O seu contrato acaba em 2026, são dois anos para encontrar esse rumo?

– Sempre disse ao clube que não quero que me prometam que vamos ser campeões, porque, para qualquer clube que vá, não espero que me prometam algo que não conseguem cumprir à partida. O que sempre pedi e quero do clube é que nós sejamos competitivos. Neste ano, não o fomos e não temos de o esconder. A época tem sido abaixo das nossas expetativas, abaixo do que são as minhas expetativas, pelo menos. E acredito que do clube também, porque não está habituado a estar nestas posições. Eu quero ser competitivo, quero competir, quero ganhar. Já tive uma reunião com os novos donos. Eles querem reunir com os jogadores e já o têm feito individualmente, e foi exatamente essa a mensagem que passei. Eu quero ficar aqui, quero fazer parte de um projeto que tenha pés, pernas, tronco e cabeça, tudo o que é preciso para que possamos competir com Manchester CityArsenal e Liverpool, que são os clubes que têm estado em melhor forma. City e Liverpool sobretudo, e o Arsenal, que nos dois, três últimos anos, também tem vindo a crescer. Após o ano passado, em que acho que fizemos uma boa época para as expetativas que existiam e para as minhas expetativas… Eu estava ciente de que não ia estar ao mesmo nível do que Liverpool e City, tinha essa consciência, mas também tinha consciência de que podíamos competir ou estar mais próximos, e estivemos mais próximos de competir com eles, chegámos a duas finais, ganhámos uma, perdemos outra, fomos até aos quartos de final da Liga Europa… Mas da temporada passada para esta não houve essa continuidade que deveria ter havido, que nos deixaria ainda mais competitivos, uma equipe mais em equação para estar nos lugares.

O Manchester United é um clube gigantesco, a pressão é um desafio diário?

– Sinceramente, não vejo isso como uma pressão. Simplesmente faço aquilo que gosto. Tenho a consciência tranquila de que todos os dias treino o máximo, jogo o máximo. Podem obviamente apontar-me que joguei bem ou mal, mostrei muita ou pouca qualidade, que falhei passes, errei remates, mas no que toca a tudo o resto estou sempre com a consciência tranquila. O mínimo que se exige de nós é isso, tudo o que metemos em campo, toda a intensidade, tudo aquilo que temos de fazer… e eu faço tudo. Não para ficar de consciência tranquila, mas porque faz parte do meu jogo. Essa pressão existe, obviamente, estamos num clube que provavelmente está entre os dois, três mais badalados do mundo no que diz respeito a notícias e manchetes. Temos noção, eu tenho noção disso, não vou estar aqui a enganar ninguém e a dizer ‘eu não vejo o que as pessoas falam de mim ou dizem de mim’ porque eu estou no United. Obviamente que é porque estou no United que isso acontece, porque se estivesse a jogar noutra equipa da Premier League ou de Portugal num escalão mais baixo não ia ter esta atenção. Mas também não podemos dizer que não gostamos de uma peça negativa e depois, quando falam bem de nós, gostamos de tudo e mais alguma coisa. Por isso, temos de encontrar um equilíbrio, encontrar uma linha e dizer ‘não passo desta linha’. Quando falam bem adoro, quando falam mal aprendo.

O Bruno tem uma ação decisiva em cada 1,6 jogos pelo Manchester United. Mas quando a equipe vai mal, ou não tem um resultado positivo, o primeiro que apontam o dedo é você  … Vê isso assim também ou é só uma visão nossa de fora?

– Tenho essa noção, mas faz parte, não só por ser capitão de equipa do Manchester United como também pelo padrão que criei desde que aqui cheguei. Isso é exclusivamente culpa minha pelo lado positivo, porque fiz coisas boas, sou capaz de fazer melhor e criticam-me por isso. Vejo isso pelo lado positivo. Se me estão a criticar é porque acham que sou capaz de fazer melhor. É certo que há alturas em que criticam a atitude, e que não se correu e que não se fez isto e aquilo, mas quando essas coisas vêm estou completamente tranquilo. Eles gostam muito das estatísticas e de todas essas coisas e no clube temos lá um quadrozinho com quem correu mais, quem teve a mais alta intensidade, quem fez mais sprints e o meu nome não sai lá de cima. Isso deixa-me de consciência tranquila. Não é algo que me diga que joguei bem só porque corri muito, porque não é a correr muito que se joga bem, mas a minha posição obriga-me a correr mais do que outras posições e é uma obrigação minha fazer o máximo que posso nesse sentido. Depois, se corremos bem ou mal… Isto ficou mais nos meus ombros desde que o Cris saiu daqui, o que é normal, o nome dele chamava mais atenção do que o meu. Provavelmente, caem mais nos jogadores de fora do que nos da casa. Sempre disse que em Portugal é bocadinho ao contrário, que caímos sempre um bocadinho mais no português do que no estrangeiro. Mas o que sinto aqui senti também um bocadinho em Itália. Protegem os de casa, quem é do país, e não acho que isso esteja errado. Ao mesmo tempo, sinto-me bem com essa crítica porque é uma maneira de exigirem mais de mim e de acharem que tenho capacidade para fazer mais. Obviamente, não gosto de ver o meu nome e a minha cara em manchetes negativas, mas faz parte da nossa profissão e é o que é.

[lwptoc]

Nesta segunda-feira (8), atuando fora de seus domínios, o Manchester United foi superior e venceu a equipe do Wigan, da terceira divisão, para avançar na Copa da Inglaterra.

Os autores dos gols foram coincidentemente dois portugueses, Dalot e Bruno Fernandes, destaque da equipe. A equipe comandada por Erik ten Hag, que não contou com nenhum brasileiro em campo, fez 2 a 0 e aguarda adversário na quarta fase.

O Manchester United jogará fora de casa, novamente em partida única, contra o vencedor de Newport County x Eastleigh. Chelsea x Aston Villa e Tottenham x Manchester City são alguns dos destaques da próxima fase.

O novo uniforme, já lançados pela marca, homenageia a rica história do clube e seu símbolo reverenciado – o diabo vermelho.

A novo terceiro uniforme do Manchester United é inspirada em modelo usado pelo clube na vitoriosa campanha da Copa da Inglaterra em 1908-1909. Ela tem como base padrão da marca para a temporada, na cor branca, com as faixas laterais que se juntam na barra e as três listras na mesma cor.

A gola com sobreposição é vermelha, com uma fina linha branca no centro. Na nuca é colocado o escudo do time, em vermelho e branco.

A Adidas estampa seu novo logo no lado direito do peito, enquanto o diabo vermelho do escudo é colocado no lado esquerdo, em vermelho, mesma cor do patrocinador da ‘Team Viewer‘. Além disso, o novo uniforme alternativo se completa com calção branco ou vermelho e meiões vermelhos.

Assista ao vídeo de lançamento do novo uniforme 2:

Reprodução: Manchester United
Reprodução: Manchester United
Reprodução: Manchester United
Reprodução: Manchester United
Reprodução: Manchester United
Reprodução: Manchester United
Reprodução: Manchester United

Portugal não toma conhecimento e vence a Bósnia por 3 a 0, no Estádio da Luz, em Lisboa, e segue com 100%  nas eliminatórias para a Eurocopa 2024. Bernardo Silva abriu o placar aos 44 minutos do primeiro tempo, e Bruno Fernandes marcou duas vezes, uma aos 31 do segundo tempo e outra nos acréscimos da partida. Portugal lidera o Grupo J, com nove pontos em três rodadas.

A seleção portuguesa não repetiu o mesmo desempenho das vitórias sobre Liechtenstein e Luxemburgo. Até porque a Bósnia é uma equipe mais forte. Quando os principais nomes de Portugal se aproximaram e trocaram passes no ataque, os gols fluíram. Mas o time lusitano não imprimiu a intensidade que se esperava. De qualquer forma, venceu mais uma vez por três ou mais gols de diferença. Três jogos, três triunfos, sem ser vazado.

Na próxima rodada das eliminatórias, Portugal vai enfrentar na terça-feira a seleção da Islândia, fora de casa.

@Portugal