Foto: Lucas Merçon

Eliminado nas quartas de finais da Libertadores da América, na final do Carioca e na quarta fase da Copa do Brasil, o Fluminense vai terminar mais um ano sem títulos.

Ocupando atualmente a sétima posição do Brasileirão, a equipe comandada por Marcão pode ficar em sexto, se vencer a Chapecoense e o Bragantino tropeçar, em casa, para o Internacional. Em cima deste contexto, o lateral-direito, Samuel Xavier, foi questionado se o G8 era uma conquista ou obrigação para o Fluminense. Ele se esquivou na resposta:

– As oscilações atrapalharam nossa caminhada. Algumas derrotas fora e alguns empates dentro de casa, atrapalhou a classificação antecipada. Mas acredito que foi um ano muito difícil, puxado, com Libertadores e Copa do Brasil, em que buscamos classificação e infelizmente não conseguimos. Atrapalhou. Isso de antecipar a classificação para a Libertadores também atrapalhou. Mas não podemos lamentar. É encarar o jogo com a Chapecoense como uma final. Temos de fazer o nosso papel de buscar a vitória e depois vemos se vai dar a vaga direta – disse.