Foto: Photocamera

O começo de Paulo César no Fluminense não foi fácil. Contratado do Flamengo ainda muito jovem, demorou a se firmar. Não realizada boas partidas e logo acabou sendo perseguido pela torcida. Mas quando mudou de lado e passou a atuar na lateral esquerda, seu futebol apareceu. Entrou para a história do Fla-Flu com um golaço durante o Torneio Rio-São Paulo em 2002.

– Está na memória. Foi muito marcante, mudou minha vida. Foi no ano em que minha filha nasceu, e depois fui jogar no PSG (FRA). Muitas coisas boas, como a seleção principal. Um gol daqueles, e em um clássico como o Fla-Flu… Coroou minha passagem pelo Fluminense. Se eu não tivesse feito o gol, talvez minha passagem não tivesse tido tanto impacto – relembrou o ex-lateral, hoje com 38 anos, que se recorda exatamente da jogada:

– Sim. O Roger toca a bola na direita, entre eu e o Athirson. Eu chego na frente e o driblo. Depois vem o Rocha. Por último driblo o Flávio e chuto no gol. Jamais vou esquecer.

O Fla-Flu daquele ano terminou 2 a 1 para o time de Laranjeiras em um Maracanã lotado de tricolores. O Rubro-Negro já estava eliminado, enquanto o Flu ainda lutava pela classificação. Relembre: