Goleiro quer Fluminense jogando como se estivesse no Rio

Goleiro quer Fluminense jogando como se estivesse no Rio

Diego Cavalieri, camisa 12 do Fluminense

A torcida tricolor, embora apaixonada, será pequena no Equador. Os gritos, provavelmente, serão apenas dos “elétricos”, como são conhecidos os torcedores do Emelec. Mas dentro de campo, Diego Cavalieri quer um Fluminense centrado e apresentando um futebol competitivo.

 
─ O Fluminense é um time que estuda o adversário, que tem a consciência do que tem que ser feito dentro de campo e se compromete com aquilo que o Abel passa. Esse é o segredo. Devemos jogar fora de casa do mesmo modo que jogamos em casa, analisando o adversário e tentando neutralizar as armas dele. É por isso que a gente vem tendo êxito ─ destacou o goleiro.