(Foto: Mailson Santana - FFC)

Em entrevista, o técnico Guilherme Torres, que comanda o time sub-17 do Fluminense, relembrou o título brasileiro da categoria conquistado pelo clube no ano passado, em final contra o Athletico-PR. O treinador ainda fez uma comparação entre os elencos de 2020 e o atual, de 2021.

– Com vários talentos no mesmo ambiente, a tendência é que a vaidade e a individualidade floresçam. No ano passado, o desafio era fazê-los jogar como equipe e entender que o coletivo é tão importante quanto o desempenho individual – disse ele, acrescentando em seguida:

– Neste ano, a força é o coletivo. O conjunto é forte. O time é competitivo e vai brigar. Se vamos ganhar, eu não sei. Mas estaremos no bolo – garantiu.