Nenê fez o primeiro gol do Fluminense na vitória de 2 a 0 sobre o Cerro Porteño, na última terça, no Paraguai (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Nenê fez o primeiro gol do Fluminense na vitória de 2 a 0 sobre o Cerro Porteño, terça, no La Olla, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores, e se tornou o jogador mais velho a marcar num mata-mata da competição. Na chegada ao Rio de Janeiro com a delegação, comentou a emoção pelo feito a serviço do Tricolor.

O meia celebrou a marca, mas fez questão de manter os pés no chão e avisar que o duelo ainda está em aberto.

– Eu fico muito feliz de estar marcado um pouco na história. Libertadores é especial, fico muito feliz e honrado, de com a camisa do Fluminense, estar fazendo esse feito. Mas muito mais feliz ainda pela vitória, pelo grande desempenho do time. Demos um grande passo para a classificação. Não tem nada decidido, mas conseguimos um grande resultado fora – disse o atleta de 39 anos.