Foto: Nelson Perez/FFC

A temporada 2012 foi, de longe, a mais produtiva do Fluminense nas últimas décadas. Além da conquista de dois títulos – Estadual e Brasileiro – os números da equipe foram impressionantes: Em 69 partidas, 41 vitórias, 16 empates e apenas 12 derrotas, totalizando 67,14% de aproveitamento. Mas o desempenho no início deste ano supera a época do tetra.

Com aproveitamento de 78,5% em 14 jogos (dez vitórias, três empates e só uma derrota), o Tricolor não começa a temporada tão bem desde 2010. Em 2012, com Abel Braga, o Flu também sagrou-se campeão da Taça Guanabara, mas sofreu.

Daquela vez, dependeu de uma vitória do Vasco sobre o Boavista para avançar. Nos primeiros 14 jogos de 2012, o time de Abel teve quase 62% de aproveitamento, com oito vitórias, dois empates e quatro derrotas.

Coincidentemente, a última vez que o clube das Laranjeiras começou o ano tão bem foi justamente em outro ano que terminou em título brasileiro: 2010. Não teve título da Taça Guanabara (o Flu viria a cair na semifinal para o Vasco nos pênaltis). Mas nos 14 primeiros jogos do time dirigido por Cuca na temporada, o desempenho foi idêntico ao de agora: 78,5% de aproveitamento. A conquista do Brasileirão viria com Muricy Ramalho no comando.

Desempenho nos 14 primeiros jogos

2017 – 78,5%
2016 – 50%
2015 – 59,5%
2014 – 66,6%
2013 – 61,9%
2012 – 62%
2011 – 66%
2010 – 78,5%