(Foto: Divulgação/Maracanã)

Assunto polêmico. Nesta semana, o Flamengo entrou com uma medida cautelar inominada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva para que a CBF libere a presença de público em jogos do Campeonato Brasileiro em que for mandante, de acordo com a legislação da cidade onde ocorrer a partida. O STJD deferiu a liminar e causou polêmica entre clubes brasileiros.

Segundo o portal GE, enquanto alguns estudam seguir o mesmo caminho do Flamengo, outros se mostraram publicamente contrários à decisão, como por exemplo Palmeiras, Corinthians, Santos, São Paulo e Inter. O Fluminense ainda não se manifestou oficialmente, mas internamente concorda com o argumento que haverá um desequilíbrio técnico se o público não for liberado para todos ao mesmo tempo.

A CBF recorreu da decisão do STJD. A confederação, que já havia liberado a volta de torcedores nas quartas de final da Copa do Brasil, pretende usar o torneio como laboratório para testar os protocolos elaborados por sua comissão médica para a reabertura dos estádios. Mas, diante da polêmica, a tendência é que ela autorize a presença de público só nos confrontos em que os dois clubes joguem em cidades onde já se permite torcida.