Foto: Editoria de arte Globoesporte.com
Foto: Editoria de arte Globoesporte.com

Após ser derrotado no clássico no último sábado, o Flamengo quase perdeu para o Fluminense novamente, desta vez, fora de campo. O Rubro-Negro correu sério risco de não contar com a delegação da Holanda em sua sede para a Copa do Mundo de 2014. Os europeus ficaram insatisfeitos com o que encontraram na Gávea.

A Holanda combinou de realizar algumas melhorias na sede da Gávea para fazer uso do local. O Flamengo, porém, passou a pedir outras reformas que não estavam previstas no acordo inicial. A atitude não agradou, e os holandeses começaram a procurar outras possibilidades, como Laranjeiras. Na sede do Fluminense encontraram um campo reformado e que segue o padrão do gramado do Maracanã.

Há cerca de dez dias, alguns membros da federação holandesa estiveram na sede do Fluminense para uma reunião com o presidente Peter Siemsen e se animaram com a possibilidade, mesmo sabendo que o local não estava entre os oficiais cadastrados pelo Comitê Organizador Local (COL) e pela Fifa. A conversa foi tão animadora que o Fluminense chegou a cogitar mandar seus treinos em outro lugar justamente para ceder o espaço durante a competição.

Com receio de perder a chance de receber os holandeses, o Flamengo acabou desfazendo as pedidas extras e renovou sua relação com a Federação Holandesa de Futebol. Pouco depois, o Fluminense foi avisado de que o acordo entre eles seria mantido.


Sem comentários