Italiano da base conta como é treinar no calor de Xerém

Italiano da base conta como é treinar no calor de Xerém

Mirko di Pierro saiu do frio europeu para atuar no calor de Xerém (Foto: Divulgação)
Mirko di Pierro saiu do frio europeu para atuar no calor de Xerém (Foto: Divulgação)

Um dos gringos a “invadirem” a base do Fluminense, Mirko di Piero encontra uma certa dificuldade com o calor. Acostumado ao frio da sua terra natal, a Itália, o lateral acusa a diferença em Xerém.

– Na Itália agora tem neve, cinco graus, muito frio. Aqui 40 graus, 39 graus, muito calor, muito quente – disse.


Sem comentários