Poderio econômico do Palmeiras o colocou na frente por Jean

Poderio econômico do Palmeiras o colocou na frente por Jean

jeanSeja pela parceira Crefisa ou pela ajuda do presidente milionário Paulo Nobre, o Palmeiras sempre esteve na frente por Jean, destaca a reportagem da ESPN Brasil. O volante já fez exames médicos no clube paulista, que venceu a concorrência pelo Cruzeiro em função das cifras apresentadas.

Para tirá-lo do Fluminense, o diretor executivo Alexandre Mattos encaminhou uma proposta considerada irrecusável financeiramente e que surpreendeu o Cruzeiro: R$ 400 mil fixos, R$ 1,5 milhão de luvas parceladas durante o contrato e ainda bônus de R$ 10 mil por jogo. Com um acordo que pode chegar a quatro anos de duração, ele deve faturar mais de R$ 450 mil mensais.

Até o início da semana, o Cruzeiro estava confiante em ter o volante.  Contava com acordo envolvendo a troca pelo meio Gabriel Xavier e mais um nome a ser escolhido pelo Fluminense – a indefinição se dava porque o clube tricolor mudava a todo momento a sua preferência. A tendência era a de que o zagueiro Léo seria incluído. A diretoria celeste não topava igualar as cifras do Palmeiras e chegou ao seu limite com a oferta salarial de R$ 350 mil.

A paciência da equipe da Toca da Raposa estourou com a mensagem de Jean informando que preferia voltar a morar em São Paulo e rejeitando a mudança para Belo Horizonte.


Sem comentários