No início de 2016, Robert, meia-atacante revelado nas categorias de base de Xerém, realizou um sonho de muitos atletas de futebol: vestir a camisa do poderoso Barcelona. No entanto, o conto de fadas da joia tricolor acabou ficando só na expectativa. Sem conseguir se firmar na Espanha, o jovem não agarrou sua chance de permanecer na Europa.

Com problemas com a balança, o jovem chegou a ser taxado de “Neymar gordo” em sua passagem pela Catalunha. Devolvido ao Flu ao término de seu contrato, o atleta passou por Paysandu, Boavista e Ponte Preta, mas nunca conseguiu recuperar o futebol que o deu o status de grande promessa na base tricolor.

Hoje com 22 anos, Robert amarga a lanterna do campeonato nacional de Hong Kong. Seu clube, o Hoi King, só ganhou apenas um dos 14 jogos que disputou na temporada, acumulando 12 derrotas e um saldo negativo de 39 gols no total.