Foto: Nelson Perez - FFC

A experiência e competência de Levir Culpi modificou não só a forma de o Fluminense jogar, como mexeu com o psicológico dos atletas. O lateral Jonathan explica que a maneira de o técnico trabalhar influencia, positivamente, no rendimento dos jogadores.

– Os jogadores, hoje, jogam com a cabeça muito mais tranquila do que antes. Nas partidas, teoricamente, fáceis a nossa equipe não conseguia bons resultados. Perdíamos jogos para times de menor expressão. Isso fazia com que nossa semana fosse tumultuada e no jogo seguinte a gente já entrava com aquela pressão e isso já não vem acontecendo – revelou o lateral-direito.


Notícias pelo Messenger Notícias pelo Messenger