Fábio fechará por uma temporada (Foto: Gustavo Aleixo - Cruzeiro)

O Fluminense encaminhou a contratação de Fábio. O experiente goleiro de 41 anos é esperado nesta quarta-feira no CT Carlos Castilho para a realização de exames médicos e assinatura de contrato por uma temporada. Mas por que o clube foi atrás do jogador? Reportagem do jornal O Globo aponta os motivos.

Anteriormente, a contratação de um goleiro para a temporada não era uma prioridade. Marcos Felipe tem muitos pontos internamente e Muriel também é visto como um atleta confiável. No entanto, o caso de Covid-19 do titular da posição ligou o alerta do clube para a necessidade de ter três titulares confiáveis para a temporada.

O pensamento é o seguinte: e se o Fluminense tiver um goleiro lesionado e outro testando positivo para Covid-19 às vésperas de um jogo decisivo de Libertadores? No elenco, Gustavo Ramalho, de 19 anos, e Pedro Rangel, de 20, nem sequer estrearam pelo profissional. Não dava para arriscar.



Logo, o avanço dos casos de Covid-19 com a nova variante Ômicron fizeram com que a diretoria mudasse os planos. Além disso, também pesa a favor de Fábio o fato de ter trabalhado com Abel Braga e Fred no Cruzeiro. O empresário Francis Mello, que também gerencia a carreira do centroavante, está tocando as negociações. O goleiro tinha conversas avançadas com o América-MG, mas diante do interesse tricolor, preferiu o Flu.

Ele foi visto pela diretoria como uma oportunidade de mercado e, caso não haja qualquer reviravolta, será o oitavo reforço para a temporada. Antes dele, chegaram o volante Felipe Melo, os atacantes Willian Bigode e Germán Cano, os laterais-esquerdos Mario Pineida e Cristiano, o zagueiro David Duarte e o meia Nathan.