Troféu do Mundial de 1952 nas Laranjeiras (Foto: Flu Memória)

A conquista da Copa Rio de 1952, o mundial da época, pelo Fluminense completa 70 anos nesta terça-feira. Na data, o jornal O Globo conta como está a busca do título pelo reconhecimento da Fifa como campeão mundial daquele ano.

Em 2021, o clube enviou um dossiê para Fifa e Conmebol solicitando a homologação do título. Na ocasião, o documento teve o apoio da CBF, com o então presidente Rogério Caboclo. O mesmo chegou a ir às Laranjeiras e tirou fotos com o troféu. O processo, porém, é lento e ainda não tem resposta da entidade máxima do futebol.

Entre os principais argumentos está que a Fifa chancelou um torneio “de moldes mundiais” na época. Mas por que? Vale a contextualização. Havia um temor na entidade pela derrocada da popularidade do futebol em escala global nos anos 1950. Tanto que, devido a Segunda Guerra Mundial, nenhum país que queria sediar a Copa do Mundo. O Brasil entrou na disputa e aproveitou a oportunidade.


Após a Copa, a Fifa queria manter o futebol em alta e queria realizar uma Copa do Mundo entre clubes. O Rio de Janeiro, na época Distrito Federal e centro financeiro do Brasil, se colocou à disposição mais uma vez. A média de público das Copas Rio de 1951 e 1952 foram de mais de 50 mil torcedores por jogo, maior do que o das três Copas do Mundo anteriores.

A Copa Rio só tem esse nome porque a Prefeitura do Rio bancou a hospedagem e logística das delegações. Muitas vieram de navio da Europa. Também comprou os “naming rights” da competição, sinal da força governamental junto a Fifa na época. Sem esse financiamento, é bem provável que a competição não fosse realizada.

Esse status de título mundial não causa debate apenas entre tricolores. O Palmeiras é outro que corre para que a sua edição, de 1951, também seja reconhecida. Os paulistas chegaram a receber um documento da Fifa validando o título, mas, na ocasião, a entidade voltou atrás e só reconhecia os torneios disputados após 2000.

Em 2017, também passou a considerar os vencedores das Copas Intercontinentais, disputado entre vencedores da Libertadores e da Liga dos Campeões, como campeões mundiais.

Através de seu site oficial, a Fifa já chamou a Copa Rio de Mundial em algumas oportunidades. Os mais recentes presentes em matérias especiais envolvendo o clube alviverde, como em uma entrevista com o atacante Rony ou quando foi relembrando os grandes feitos do Palmeiras. Porém, a entidade não emite nenhuma documentação homologando o título.