Clube colombiano fechou com cinco jogadores para a temporada (Foto: Divulgação - Millonarios)

Em busca de um lugar na fase de grupos da Libertadores, o Fluminense terá de passar, primeiro, pela segunda e terceira fases da competição. Ambas em mata-mata. O adversário da estreia é o Millonarios, da Colômbia. O oponente recebeu cinco reforços para a temporada. O goleiro Álvaro Montero, de 26 anos, que estava no Tolima, o zagueiro Cuenú (26 anos), ex-Atlético Bucaramanga, o volante Larry Vásquez (29 anos), do Junior Barranquilla, o meia venezuelano Sosa (25 anos), que estava no Jaguares, e o centroavante Herazo (25 anos), contratado do Independiente Medellín. Jornalista da Rádio RCN, de Bogotá, Antonio Casale os avaliou em entrevista ao site ge.

– Álvaro Montero já foi da seleção colombiana e é a contratação mais importante na janela. Herazo veio para ser o substituto do goleador Uribe, e Larry Vásquez para suprir a saída de Daniel Giraldo. O zagueiro Cuenú não vai ser titular, veio para ser a terceira ou quarta opção, e o meia Sosa deve ser o reserva imediato do Mackalister Silva, que é a referência da equipe. É muito pouco provável que chegarão mais jogadores. Se chegarem, serão jovens da base para completar, nada mais – explicou.

O primeiro duelo será no dia 22 de ferereiro, no El Campín. A volta acontecerá em 1º de março, em São Januário.