Gilmar Ferreira entende que falta uma referência de peso ao meio de campo do Fluminense (Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Fluminense vive péssimo momento técnico e vem de duas derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro. Para o jornalista Gilmar Ferreira, colunista do jornal Extra, muito dessa fase ruim se explica com o fato do clube ter dispensado Nenê, que retornou ao Vasco.

Em coluna publicada nesta segunda-feira, Gilmar analisou a derrota frente ao Ceará e destacou os números da equipe após a saída do experiente meia.

Confira a íntegra do trecho da coluna que trata especificamente do Flu:

“O gol de pênalti, sofrido no início do jogo no Castelão, obrigou o Fluminense a ser mais propositivo.

E esta não é a forma que melhor se encaixa no perfil da equipe.

O melhor do time de Marcão é visto em ações reativas e sem John Kennedy, suspenso, faltou quem infiltrasse com eficiência nas linhas defensivas do Ceará.

Nem mesmo tendo um jogador a mais na maior parte do confronto.

Falta uma boa referência ofensiva ao meio-campo tricolor desde a saída de Nenê.

Foi o décimo jogo após a última participação do veterano na vitória sobre o São Paulo, no dia 12 setembro.

Neste recorde, o Tricolor perdeu cinco confrontos, empatou dois e venceu três.

Não é possível que seja mera coincidência…”