2A comissão da Câmara dos Deputados vota nesta terça-feira o projeto de Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte. Se aprovado, irá ao plenário e, em seguida, Senado. A previsão é que entre em vigor até o fim de maio.

Este projeto dá aos clubes de futebol um prazo longo (25 anos) e juros baixos para que paguem suas dívidas fiscais (não trabalhistas e nem com bancos), estimadas em R$ 4 bilhões. Em troca, o governo exige apresentação das Certidões Negativas de Débito antes do início de cada campeonato, perda de pontos em caso de calote, responsabilidade pessoal dos dirigentes pela situação financeira de cada clube, limitação dos mandatos a quatro anos (com uma reeleição), dentre outros.

 


Sem comentários