(Foto: Lucas Merçon/FFC)

Apesar do Fluminense ter se aproximado da pedida do volante Dodi, o próprio agente do atleta já afirmou que o jogador não ficará nas Laranjeiras a partir de 2021. Em reunião entre a diretoria tricolor e staff de Dodi, a permanência do camisa 22 ficou mais distante. Segundo informações do portal Uol Esportes, houve até mesmo uma discussão que esquentou o clima.

A discordância entre ambas as partes fez com que o empresário do jogador e o presidente Mário Bittencourt discutissem acaloradamente. O mandatário tricolor chegou a subir o tom, acusando os agentes de terem usado o clube para fazer um “leilão” pelo jogador. O Flu entende que Dodi tinha vontade em permanecer, como o próprio já havia dito, mas que os agentes utilizaram da estratégia para ganhar tempo no mercado da bola.

O discurso de Carlos Escuro, empresário do jogador, porém, é diferente. Ele afirmou na reunião que o desejo do atleta era sair das Laranjeiras e partir para novos desafios. Ainda de acordo com o site, fontes ligadas ao volante dizem que o suposto clube europeu seja um blefe, e que o destino do atleta seja o Ceará. O vínculo de Dodi com o Flu vai até 31 de dezembro e o atleta ainda não assinou pré-contrato com nenhuma outra equipe.