(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Como divulgado pela CBF na noite dessa última quarta-feira, o Campeonato Brasileiro da Série A de 2021 terá um limite para troca de técnicos dentro de uma mesma edição. Cada clube só poderá ter dois treinadores ao longo do torneio, ao mesmo tempo que cada técnico só poderá treinar dois times diferentes.

Dessa forma, cada clube só poderá demitir um técnico ao menos uma vez, ao passo que cada treinador também só poderá pedir demissão também uma vez. Aquele que pedir a segunda, não poderá mais treinar outro clube dentro da mesma edição.

Vale ressaltar, no entanto, que o limite imposto não se aplica a profissionais que já sejam funcionários do clube por um período mínimo de seis meses, como, por exemplo, um auxiliar técnico permanente ou um treinador das categorias de base. No Flu, Marcão é o atual auxiliar fixo e Eduardo Oliveira é o treinador do sub-20.