Lucro exorbitante da Ferj em taxas revolta clubes

Lucro exorbitante da Ferj em taxas revolta clubes

Rubens Lopes ironizou revolta de clubes
Rubens Lopes ironizou revolta de clubes

Um dos grandes pontos da discórdia de Fluminense, Vasco e Flamengo com a Federação de Futebol do Estádio do Rio de Janeiro (Ferj) é quanto à taxa de 10% cobrada pela entidade da renda bruta de cada partida dos clubes. E o lucro exorbitante da Ferj gera revolta.

Para se ter uma ideia, a Federação já embolsou cerca de R$ 5,5 milhões dos clubes em arenas da Copa (Maracanã, Mané Garrincha e Arena Pernambuco) até o momento.

O que gera ainda mais desconforto, é o fato da taxa cobrada pela Ferj ser o dobro das outras principais federações do país, como a Paulista e a Gaúcha, que exigem 5% das rendas dos jogos de seus afiliados. Tal irritação d0s clubes, motivou até um comentário sarcástico do presidente da entidade, Rubens Lopes, na semana passada.

“Se não gostam, que vão jogar em São Paulo”, disse na ocasião.


Sem comentários