Luso-brasileiro volta a se posicionar favorável aos protestos no Brasil

Luso-brasileiro volta a se posicionar favorável aos protestos no Brasil

Solidário ao povo brasileiro nesta nova realidade de protestos no país, o meia Deco voltou a se manifestar favorável à postura da população. Sem meias palavras, o atleta discursou sobre o cenário político e social do país, para ilustrar seu posicionamento.

-Não tenho que falar de política. Mas de alguma forma o Facebook é o único meio de falar de algo pessoal. É difícil definir o sentimento. O brasileiro melhorou em muitos aspectos. Passei 15 anos morando fora, mas vinha sempre para cá. Ultimamente dava uma sensação de estarmos vivendo em um paraíso artificial. Hoje tenho uma boa condição através do futebol, mas vim da periferia. Passei por dificuldades e olho para o que acontece. O que o Brasil vive hoje afeta tudo. Afeta a minha família, as pessoas que trabalham na minha casa, no clube… Vejo as dificuldades. Aumentou o salário, mas tudo ao redor também. Temos dificuldades de acesso… Você vai a um restaurante hoje e é três vezes mais caro do que era. As escolas… Pago a dos meus filhos e sei o quanto custa. Pago seguro saúde porque não tenho outra opção. Não é uma revolta e sim um sentimento natural.  Quando você viaja percebe a diferença. Você está aqui e confere isso. As coisas funcionam. Você vê organização. O Brasil tem tudo para poder ser um país organizado, mas um dos problemas é a impunidade. No Brasil temos a sensação de que a impunidade impera. Até escrevi que antigamente o conselho era para você não reagir a um assalto. Hoje não, matam por matar. É  a sensação da impunidade – disse.