Luxa erra demais, Flu é inofensivo e faz seu pior jogo no...

Luxa erra demais, Flu é inofensivo e faz seu pior jogo no ano

Foto: Photocamera
Foto: Photocamera

O Fluminense teve sua pior atuação no Campeonato Brasileiro, quiçá no ano, nesta tarde de domingo. Num Morumbi lotado, diante de 50 mil pessoas e um adversário desesperado, o Tricolor foi covarde, não ameaçou o gol de Rogério Ceni e acabou derrotado por 2 a 1. Vanderlei Luxemburgo escalou e mexeu muito mal e o tetracampeão brasileiro conheceu sua oitava derrota na competição. Luís Fabiano e Reinaldo balançaram as redes para o São Paulo. Eduardo descontou para o Fluminense

Na primeira metade do jogo, o Fluminense fazia aquilo que Vanderlei queria. Congestionou o meio-campo, fez com que o São Paulo forçasse o passe e o atual campeão brasileiro praticamente não foi ameaçado.

Mas sem jogadores que consigam puxar contra-ataques e com Samuel muito isolado, o Flu só conseguia chegar na área adversária na base da bola parada. Sem perigo algum. A retranca, até então eficaz, sucumbiu após falha de Edinho. Luís Fabiano girou fácil no zagueiro/volante e abriu o placar aos 27 minutos.

Para atrapalhar ainda mais, Jean, que não vinha bem, sentiu lesão muscular e teve de ser substituído. Tendo Rafael Sobis no banco, possivelmente sem condições, Luxa optou pelo imaturo Kenedy. Piorou.

O Flu continuou muito mal. Não conseguia trocar passes, nem se desvencilhar da marcação. Chegar na intermediária são-paulina então era uma aventura épica.

Aproveitando-se do marasmo tricolor, o São Paulo, que não fez lá grande primeiro tempo, marcou mais um gol após bobeada geral da defesa. No rebote de um cruzamento, três jogadores ficaram olhando, o lateral Reinaldo chutou forte e ampliou aos 45.

E a primeira finalização do time de Luxemburgo, enfim, saiu. Aos 46 minutos do primeiro tempo com 2 a 0 no placar para o adversário.

O comandante tricolor seguiu apostando em Xerém. Sacou Felipe e colocou Eduardo no intervalo. Nada mudou.

Edinho foi realocado para o meio-campo e continuou mal. Kenedy raramente tocava na bola. Eduardo se escondia entre os zagueiros, Wagner andava em campo e o Fluminense caminhava para sua oitava derrota no campeonato em 16 partidas.

Ainda teve tempo para Luxemburgo colocar outro garoto da base: Biro-Biro no lugar de Wagner.  O Fluminense melhorou, mas só conseguiu trabalhar uma boa jogada no finzinho. Samuel rolou para Eduardo e a revelação do Fortaleza anotou um golaço. Mas já não havia tempo para mais nada.