Ronaldinho pendurou as chuteiras após rápida passagem pelo Fluminense (Foto: Nelson Perez - FFC)

A mãe de um ídolo de uma geração, Ronaldinho Gaúcho, dona Miguelina, morreu neste sábado (20), aos 71 anos, vítima de covid-19. Ela estava internada desde dezembro com a doença.

A informação da internação foi divulgada à época pelo ex-jogador no Twitter. 

– Queridos amigos, minha mãe está com covid-19 e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe – disse Ronaldinho em dezembro.

O ex-atleta teve passagem rápida pelo Tricolor das Laranjeiras, onde não conseguiu se firmar.