Seguranças do Maraca agridem imprensa que tentou filmar brigas

Seguranças do Maraca agridem imprensa que tentou filmar brigas

1brigafluxvasco3003brunodelimalancepressNão foi por falta de aviso. Assim como aconteceu em todas as outras partidas envolvendo Vasco e Fluminense na temporada, torcedores de ambas as equipes entraram em conflito neste domingo. Desta vez, com um agravante: a confusão aconteceu dentro do Maracanã, no intervalo do primeiro para o segundo tempo do clássico. A situação, que por si só, é vergonhosa, ficou ainda pior. Isso porque, seguranças particulares da Concessionária Complexo Maracanã S.A agrediram jornalistas que tentavam filmar e fotografar o clima de guerra.

O cinegrafista do portal Terra foi empurrado e retirado à força de um local considerado neutro e que tinha permissão do GEPE (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) para ficar. De acordo com o próprio portal, em seguida, ao tentar filmar outra ação truculenta da empresa de segurança, contra um cinegrafista da Fox Sports, a reportagem do Terra foi impedida ao levar um tapa na mão do referido prestador de serviço da Concessionária.

E teve mais abuso de autoridade. Conforme relato de uma equipe da Fox Sports, após a confusão, o segurança que impediu o trabalho do cinegrafista do Terra pediu que “as imagens fossem apagadas”. E para que não levassem adiante o ocorrido, para “não prejudicar ninguém”.


Sem comentários