Maracanã: Contrato exige 40 jogos por ano

Maracanã: Contrato exige 40 jogos por ano

Edital do Maracanã tem série de exigências e recomendações

Um dos ítens presentes no edital de licitação do Maracanã interessa diretamente ao Fluminense. Os novos gestores do estádio são obrigados a realizar, pelo menos, 40 jogos “de primeira linha” por ano. O consórcio formado pela Odebrecht, IMX Venues e Arena S.A (de propriedade de Eike Batista, com 5%) e AEG administrarão o “Maraca” a partir de julho pelos próximos 35 anos.

 
O número recomendado de partidas por ano é 40, apesar de não ser obrigatório. Como os gestores serão avaliados anualmente, organizar 40 ou mais partidas por temporada rende a nota máxima ao consórcio. Vinte partidas é o mínimo que o Maracanã pode ter por ano. Menos do que isso, a concessionária será avaliada com nota zero.

 
Além disso, o consórcio precisa fechar parceria com pelo menos dois dos principais clubes do Rio de Janeiro (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco) no prazo de até três meses. Entretanto, nenhuma agremiação terá a exclusividade do Maracanã.

 

Segundo informações, o Tricolor já está acertado com o consórcio vencedor da licitação.