Marcão ressalta que Nenê está acostumado a jogos grandes (Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Fluminense venceu a Chapecoense por 2 a 1, terça-feira, na Arena Condá. Porém, depois de abrir 2 a 0, viu o adversário descontar e pressionar no segundo tempo. Na etapa final, entre as opções Marcão lançou Nenê no time e manteve Gustavo Apis no banco de reservas. Após a partida, comentou a escolha.

De acordo com o técnico tricolor, a ideia com o veterano meia era manter o controle do jogo.

— A gente queria controlar o jogo. Gustavo tem qualidade, mas Nenê está acostumado com jogos grandes, e a gente precisava de um controle maior. A gente tinha perdido um pouco o controle, a gente acredita que o Nenê traria opção de controle, jogo mais próximo, para segurar o jogo para a gente – disse.

Com o resultado, o Fluminense fechou a 19ª rodada do Campeonato Brasileiro com o sétimo lugar. Está com 25 pontos, mas tem um jogo a mais que alguns adversários próximos na tabela. No domingo, volta a campo diante do São Paulo, no Maracanã.