(Foto: Lucas Merçon - FFC)

No empate por 0 a 0 com o Atlético-MG, quarta-feira, no Maracanã, Marcão fez todas as cinco substituições possíveis. Uma delas foi forçada com Fred sentindo um problema muscular e saindo no intervalo para a entrada de John Kennedy. Depois da partida, o técnico falou sobre as escolhas e a torcida para que o atacante esteja bem para jogar na próxima segunda, contra o Ceará, no Castelão.

— Em relação às trocas, elas foram feitas para manter a equipe compactada, a equipe forte. Na preleção dissemos que precisaríamos de todos. E mais uma vez precisamos de todos. Pacheco entrou pelo lado dando velocidade. Queríamos pegar o lado ali do Guga, no Réver. Aproveitar que eles fazem uma pressão muito forte no campo adversário. Queríamos alongar bastante esse jogo para dar profundidade. O Caio do outro lado a mesma coisa. O Michel por dentro. O Fred, infelizmente, foi um fato. Vamos esperar os exames e tomara que não seja nada demais – disse.

Outra substituição forçada foi a troca de Luccas Claro por Frazan após o zagueiro deslocar dedo da mão direita. As outras alterações foram as entradas de Fernando Pacheco, Michel Araujo e Caio Paulista nos lugares de Lucca, Nenê e Luiz Henrique, respectivamente.