Flu corre com a documentação para fechar o negócio com o Torino (Foto: Lucas Merçon - FFC)

A pandemia de coronavírus chegou com força e parou as atividades relacionadas ao futebol. Marcos Paulo admite a chateação com a situação. Além da obrigação de ficar em casa, o atacante lamenta ainda mais o fato de uma doença estar devastando famílias pelo mundo afora. Durante a quarentena, o jogador do Fluminense fala o que pode fazer para passar o tempo.

— Essa pausa é muito chata, até pelo motivo dela, com pessoas morrendo no mundo todo, não poder sair de casa, estar em sinal de alerta. Este vírus acabou atingindo muitas famílias e isso é muito triste. Além de não poder fazer o que eu amo, que é jogar bola. Mas a gente vai se virando como dá – disse, completando:

— Nessa pausa a gente está se virando como pode. Aproveitando a família, se cuidando. Tenho alguns amigos que ficam aqui em casa comigo, a gente joga videogame, joga futmesa. Jogo FIFA online com meus amigos, o modo Pro Clubs, que eu gosto muito. Assisto algumas séries também, na Netflix e no Globoplay. Estou continuando a assistir Vis a Vis, consegui acabar Arcanjo Renegado e estou vendo Impuros. São séries muito boas, que indico para todo mundo. Vamos nos virando como podemos, mas pensando em voltar a jogar o mais rápido possível, porque é o que eu mais amo.