Marin diz torcer para protestos não virarem “problema” para a Copa

Marin diz torcer para protestos não virarem “problema” para a Copa

José Maria Main, presidente da CBF

Os R$ 28 bilhões gastos com a Copa do Mundo é um dos motivos de protesto de manifestantes Brasil afora. Alheio ao fato que tem dominado o noticiário no país e no planeta, José Maria Marin, presidente da CBF, espera que as autoridades impeçam que o “problema” não interfiram na realização da Copa das Confederações e do Mundial.

– Dentro do campo não vejo nenhum preocupação. No estádio em si não tenho preocupação. Agora fora do estádio não cabe à CBF, a não ser procurar dar a máxima tranquilidade àqueles que se dirigem ao estádio. Não quero desviar do foco esportivo. As autoridades competentes saberão tomar as ações adequadas para que isso não se torne um problema para a Copa das Confederações e Copa do Mundo – afirmou