Marin explica que casos como o da Lusa preocupam a TV Globo

Marin explica que casos como o da Lusa preocupam a TV Globo

marin2Preocupação. Esse é o clima nos bastidores que envolvem os direitos de transmissão e patrocinadores do futebol brasileiro. A insegurança jurídica que cerca o Campeonato Brasileiro de 2014, com liminar em favor da Portuguesa, liminar em favor do Fluminense e várias ações na Justiça Comum fazem com que os patrocinadores e a TV Globo relutem em seguir investindo no futebol brasileiro. É o que disse José Maria Marin, presidente da CBF, aos clubes da Série A em fevereiro.

O discurso de Marin ocorreu na reunião do Conselho Técnico da Série A do Brasileirão 2014, no dia 6 de fevereiro, na sede da CBF, e foi registrado na ata do encontro. Também foi registrada a confirmação das preocupações por parte do diretor de esportes da emissora, Marcelo Campos Pinto, que também estava presente.

– (Marin) ressaltou que o ambiente de incerteza e insegurança jurídica decorrente do descumprimento das decisões do STJD causando até mesmo a fuga de patrocinadores, que não sentem seguros para continuar investindo no futebol, o que também é o caso da TV Globo, fato confirmado pelo representante da emissora, Marcelo Campos Pinto, presente a essa reunião – diz o documento.


Sem comentários