Mário elogia torcida, mas pede para não boicotarem o Carioca

Mário elogia torcida, mas pede para não boicotarem o Carioca

Mário Bittencourt cita possíveis perdas de receitas (Foto: Paulo Brito - NETFLU)
Mário Bittencourt cita possíveis perdas de receitas (Foto: Paulo Brito – NETFLU)

Por conta do racha entre Fluminense e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), muitos torcedores, inclusive em conjunto com o Flamengo, outro rival da entidade, vêm se mobilizando em redes sociais falando no sentido de boicotar o Campeonato Carioca. Feliz com a atitude da torcida de apoiar o clube, Mário Bittencourt, no entanto, pede para isso não ir adiante. O vice de futebol destaca o lado financeiro e entende que a atitude pode acabar saindo como um tiro pela culatra.

– É louvável que nossa torcida, inclusive em conjunto com a do Flamengo, venham fazendo um movimento até grande de não comparecimento ao Carioca. Entendemos o movimento, admiramos a torcida, mas queríamos que houvesse uma reflexão de que isso, ao invés de representar uma vitória, possa ser uma derrota para as instituições. O presidente já nos ameaçou de tirar a cota e distribuir na mão de outros clubes. Isso é apropriação indébita. Se isso realmente acontecer, essa ameaça de se desviar nossa cota para os outros clubes, teremos uma asfixia financeira nesse início de competição, pois as cotas são nossas de direito. Precisamos dessas cotas para funcionar, pagar salários… Se houver o esvaziamento do campeonato, vai prejudicar ainda mais a Fluminense e Flamengo. Faço um apelo para que eles reflitam sobre isso. Gostaríamos que nossos torcedores entendessem que se isso acontecer, vão afastar nossos investidores, patrocinadores que gostariam de comprar o produto. Não estamos colocando em cheque o movimento, muito pelo contrário. Admiramos a indignação com mais esse vilipêndio que o Fluminense vem sofrendo, mas gostaríamos que prestigiassem o Fluminense nas duas competições – disse.


Sem comentários