(Foto: Mailson Santana - FFC)

O Fluminense deu passo importante no que tange a modernização das Laranjeiras. Quem conta esse e outro detalhes sobre o tema é o presidente Mário Bittencourt.

– A empresa que contratamos produziu um laudo que diz que o estádio tem condições de ficar em pé, ou seja, não está condenado, mas que precisa de reformas. Nosso projeto é manter nossa casa no Maracanã e ter Laranjeiras para cinco ou seis jogos do ano, incluindo campeonato estadual, primeira fase de Copa do Brasil e jogos festivos. Há menos de 15 dias foi aprovada a primeira verba do projeto executivo de restauração da sede. Com o laudo, precisávamos desse projeto para desenhar a reforma do estádio. E conseguimos através de lei de incentivo à cultura e vai receber essa verba para poder contratar o projeto executivo. O dinheiro, então, não vai sair do Fluminense. Esse projeto é que dirá o quanto custará para colocar o estádio em condições de jogo. E não conseguiremos isso para janeiro de 2022. Acredito que para início de 2023. Estávamos esperando a aprovação desse projeto e havia toda uma burocracia. Em breve, em um ou dois meses estaremos iniciando o projeto executivo. Aí é que podemos mostrar maquete, como vai ficar, onde serão as reformas, porque não adianta eu desenhar alguma coisa no computador, jogar nas redes sociais sem ter um projeto sólido e agora a gente tem. Agora vamos licitar para que uma empresa seja escolhida para iniciar o projeto. Projeto de reforma e restauração. Como estádio e sede são tombados pelo patrimônio histórico, seremos fiscalizados pelo Iphan, Inepac e todos os órgãos que fizeram parte dessa discussão de documentos – disse.

O NETFLU, com Leandro Dias e Rafael Siri,fez um react da coletiva do presidente que você pode conferir aqui ou através do link abaixo: