(Fotos: Divulgação/FFC)

As contratações mais recentes do Fluminense elevaram o nível do time para a disputa da Libertadores. Na última semana antes do encerramento do período de inscrições, o Tricolor trouxe cinco reforços: os zagueiros Manoel e David Braz, o meia Cazares e os atacantes Abel Hernández e Raúl Bobadilla.

Em entrevista, Mário Bittencourt, presidente tricolor, explicou por qual motivo os reforços chegaram tão em cima da hora da Libertadores, correndo o risco de não darem tempo de serem inscritos e de se entrosarem com o restante do elenco de atletas.

– Eles chegaram mais em cima do laço justamente porque a gente tem dificuldade financeira. A gente batalha para fazer pelo menor preço possível, e eles são jogadores que interessavam a outros clubes. O Abel Hernández é um exemplo, tinha proposta muito boa do México, mas gostava do Brasil. O que ajudou muito nessas contratações foi o nosso ambiente – disse ele.