(Foto: Rafael Moraes - Photocamera)

Hoje completa 10 anos de uma partida histórica para o Fluminense na Taça Libertadores. Em 2011, contra o Argentinos Juniors, em Buenos Aires, o Tricolor conquistou uma classificação heroica ao bater o adversário por 4 a 2, avançando para as oitavas de final do torneio.

Em entrevista exclusiva ao NETFLU, o meia Marquinho, que fez parte daquela equipe e esteve em campo naquele jogo, relembrou a partida e confusão após o apito final do árbitro com os jogadores argentinos.

– É uma das partidas mais marcantes que a gente teve. A gente chegou precisando ganhar de dois gols de diferença e o America (MEX) tinha que empatar, se eu não me engano. Durante o jogo, como a cerca era muito perto do gramado, eu ia cobrar os escanteios e os policiais ficavam dando risada da gente enquanto tentavam nos proteger. O nosso terceiro gol, que foi do Rafael, eu virei para a torcida e os xinguei porque eles estava cuspindo na hora que eu fui cobrar o escanteio. Os caras do banco vieram pra cima de mim quando acabou o jogo justamente por isso, porque eu xinguei os torcedores (risos). Aquele time sempre brigava, guerreava. Quem entrava, agregava em tudo – disse.