Meia comenta sobre atraso salarial e renúncia de Sandro Lima

Meia comenta sobre atraso salarial e renúncia de Sandro Lima

01_ZOOMO Fluminense vem passando por problemas complicados nos bastidores. Se antes, o atraso salarial já incomodava, agora, é a perda de um dos dirigente mais queridos dos jogadores, Sandro Lima, que vira alvo dos comentários dos atletas. Para o meia Wágner, apesar dos pesares, do Time de Guerreiros tem conseguido lidar bem com tudo, pois o grupo já se conhece há muito tempo, apesar de boa parte do elenco ser formado por jovens.

– Se fosse um grupo novo, em formação, eu diria que isso poderia gerar problemas. Mas não é o caso desse Fluminense de hoje. São quase três anos juntos, uma base sólida, formada por jogadores experientes. Isso já não nos abala. A gente sente a perda, mas sabemos que o futebol tem disso e que temos de continuar nossa caminhada – disse Wagner.