Roger Machado está prestigiado no Fluminense (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Com moral junto a diretoria do Fluminense. Mesmo longe de ser uma unanimidade entre os torcedores do clube, sobretudo pela forma que o time se comporta na maioria dos confrontos, o técnico Roger Machado nunca esteve com a cabeça a prêmio no Tricolor. Apesar da perda do Carioca e do risco de eliminação na fase de grupos da Libertadores, que não se concretizou, o técnico tinha certeza que seria mantido no cargo.

O NETFLU apurou que a cúpula do Fluminense, antes da partida decisiva da última rodada da fase de grupos da Libertadores, garantiu ao treinador que ele não cairia, independentemente do resultado. Sem temer, então, o comandante efetuou diversas modificações de peças no time, batendo os argentinos, fora de casa, por 3 a 1.

Vinculado ao Tricolor das Laranjeiras até o final do ano que vem, Roger Machado é só mais um exemplo de continuidade do comando na diretoria. Na temporada passada, embora tenha sido eliminado da Copa do Brasil e da Sul-Americana por equipes de nível inferior, Odair Hellmann fora mantido, ignorando a pressão dos torcedores. A tendência é que o filme se repita com o novo treinador em 2021.