Empresários podem ser proibidos de deter direitos econômicos

Empresários podem ser proibidos de deter direitos econômicos

Agentes podem perder bufunfa

No projeto de lei sobre o perdão da dívida dos clubes de futebol com o Governo Federal, o Ministério do Esporte promete linha dura com os empresários. Um ítem prevê que apenas as agremiações terão participação dos direitos econômicos dos jogadores, excluindo assim agentes e intermediários.

 
A medida só valeria a partir de 1º de janeiro de 2016, prazo que o Ministério do Esporte julga ser suficiente para que os clubes e os empresários se adequem à mudança.