Nenê deve rescindir com o Fluminense ainda nesta terça (Foto: Lucas Merçon -FFC)

O coração falou mais alto? O flerte era antigo, mas namoro e casamento aconteceram rapidamente. Nenê surpreendeu, rescindiu com Fluminense e está de volta ao Vasco após quase quatro anos. Uma negociação rápida em que pesou o desejo do jogador.

De acordo com o portal GE, para retornar a São Januário, ele topou reduzir seu salário em mais de 70% em um primeiro momento. Algumas metas e questão de produtividade também fazem parte do “pacote”. Segundo o colunista Gilmar Ferreira, Nenê ganhava R$ 300 mil no Fluminense. Logo passaria a ganhar no rival R$ 210 mil por mês.

O contrato assinado na casa do diretor Alexandre Pássaro na noite desta terça-feira, pouco mais de uma hora após a rescisão com Fluminense, vai até dezembro de 2022 e prevê cenários diferentes. Caso o Vasco consiga o acesso à Série A, Nenê terá seu salário reajustado a partir de janeiro, compatível com aumento de receitas do clube. No momento, o salário de Nenê representa quase 10% do que ele recebeu em sua primeira passagem em São Januário.