(Foto: Lucas Merçon/FFC)

A derrota sofrida para o Junior Barranquilla (COL) por 2 a 1, no Maracanã, deixa marcas e lições para o Fluminense. Lições de que o Tricolor precisa, primeiramente, aproveitar melhor suas chances quando criá-las para não dar chance ao adversário. Foram duas, cara a cara, com Kayky e Luiz Henrique, antes do gol dos colombianos que abriu o marcador.

Em entrevista, o meia Nenê alertou para o fato de que o Time de Guerreiros não pode bobear nas partidas, especialmente em se tratando de um jogo de Libertadores, onde os adversários são duros e não existe partida ganha ou perdida.

– Temos que aprender que a gente não pode bobear nenhum minuto. A Libertadores é diferente, temos que estar ligados o tempo todo. Acabamos tomando gols que nos atrapalharam no segundo tempo. Tivemos uma recuperação, tentamos empatar e quase conseguimos, mas acho que serve de lição para a gente saber que na Libertadores não pode ter erro – afirmou o camisa 77.