(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Depois de ficar fora em virtude da Covid-19, Nino figurou no banco de reservas diante do Athletico, na rodada passada, e tem tudo para voltar ao time do Fluminense frente ao Vasco, domingo, em São Januário. O zagueiro relatou como foi o período de afastamento por conta do coronavírus.

Nino admitiu ter ficado um pouco debilitado e, até por isso, a preparação para o retorno teve de ser muito bem feita.

— Bem complicado. Tive alguns sintomas. Leves, mas chatos. A gente sente sim na volta. Se fossem dez dias sem treinamento e sem vírus, já sentiria. Fica debilitado no momento que pega. A volta é difícil, demora um tempo para retomar fisicamente, a questão tática, o tempo de jogo e da bola. Procuro me preparar bem para fazer um bom papel quando preciso – disse.